quinta-feira, 28 de abril de 2011

Estou grávida e agora?

Quando você fica sabendo que está grávida, um turbilhão de sentimentos vem a tona, comigo foi algo inesperado, havia acabado de casar, e a gravidez ainda não estava nos meus planos no momento, fiquei sabendo que estava grávida dia 29 de Setembro de 2009 e com o passar dos dias fui acostumando com a ideia e pensei e agora? Eu não sabia praticamente nada sobre gestação e tudo que envolve.

Depois de comemorar a notícia temos que tomar algumas medidas importantes. Vou colocar algumas dicas para esclarecer e ajudar a sua organização. 



    * Se você ainda não possuir um plano de saúde, isso será muito útil nesse momento para quem puder.



    * Marque uma consulta com seu ginecologista de confiança, esse é um dos passos mais importantes, você terá que escolher alguém que você possa contar 24 horas por dia se precisar. O pré natal é essencial para uma gestação mais tranquila e segura . Ele dará dicas para o desenvolvimento seguro do seu bebê, irá pedir exames, enfim irá acompanhá-la mensalmente até o dia mais importante para você e seu bebê: o nascimento.  Além dos aspectos biológicos envolvidos como a prevenção de infecções, diabetes gestacional, hipertensão gestacional, dentre outras, a consulta de pré-natal é antes de tudo, um espaço para que a gestante possa expor suas dúvidas, suas angústias, medos, desejos e fantasias.



    * Cuidado com remédios e produtos de beleza. O seu obstetra e o dermatologista poderão indicar uma lista dos produtos liberados dos quais você poderá usar com segurança. Quando se está grávida devesse tomar muito cuidado em relação aos medicamentos , muitos remédios podem afetar o desenvolvimento do feto,e até levar ao aborto. Por isso muito cuidado, sempre consulte o seu médico antes de tomar qualquer tipo de medicamento, ou passar algum produto na sua pele ou nos cabelos.



    * Tire o cigarro de sua vida. Essa também será uma das exigências do médico.  Fumar durante a gravidez traz sérios riscos. Abortos espontâneos, nascimentos prematuros, bebês de baixo peso, mortes fetais e de recém-nascidos, complicações com a placenta e episódios de hemorragia (sangramento) ocorrem mais freqüentemente quando a mulher grávida fuma. A gestante que fuma apresenta mais complicações durante o parto e têm o dobro de chances de ter um bebê de menor peso e menor comprimento, comparando-se com a grávida que não fuma.



    * Esqueça as bebidas alcoólicas. Assim como o cigarro, bebida e gravidez definitivamente não combinam. O álcool na gravidez pode ser muito perigoso para a mamãe. Não existe uma dose limite pré-estabelecida para a ingestão do álcool pela gestante que não prejudique o bebê. O álcool é uma substância com livre passagem pela placenta e, portanto, livre passagem para o feto. O fígado do bebê que está em formação metaboliza o álcool duas vezes mais lentamente que o fígado da sua mãe, isto é, o álcool permanece por mais tempo no organismo do bebê do que da sua mamãe. A extensão do dano causado pelo álcool no feto está relacionada com a duração e quantidade da ingestão de álcool.



    * Peça orientação ao seu obstetra sobre exercícios dos quais você poderá praticar em cada fase da gestação.



    * Diminua a quantidade de café ingerida. Estudos mostram que café em excesso aumenta chances de aborto espontâneo.



    * Procure ter uma alimentação saudável.

E aproveite ao máximo esse nove meses, procuro dormir muito.E planejar todos os detalhes para a chegada do seu bebê com calma.Guarde fotos das ultrassom, mande gravar em um cd para ficar registrado esses momentos únicos e maravilhosos, faça um diário da gravidez, será legal daqui uns anos você ler e mostrar como foi a gravidez.



Bom era isso que gostaria de compartilhar
Que Deus ilumine sempre o seu caminho.

Raquel Fernanda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, estou imensamente grata pela sua visita.
Deixe seu comentário, o seu olhar também melhora o meu.
Forte abraço,
Volte Sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...